Seja Bem Vindo!!!

Paz seja Convosco!!!

Depois de quase quatro anos sem nenhuma postagem (Precisamente 3 anos 9 meses e 18 dias), volto a ativa e Louvo a Deus por isso. Foi um período de tribulações, perdas materiais e muito planger. Porém, foi também um período de bençãos, quando ganhei mais três netos (um menino e duas meninas). É no deserto que podemos ter certeza que Deus jamais nos abandona (se fosse o contrário pereceríamos).

Um grande abraço!!!

Pastor Gilberto Pratas


O único caminho

O único caminho

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

O DESAFIO DE SEGUIR A CRISTO

TEXTO BASE: JOÃO 6:35-37

Cristo em várias oportunidades fez o convite: Segue-me. É notório que este convite foi feito para os seus discípulos (Mateus 8:22, 9:9, Marcos 2:14, Lucas 5:27, João 1:43), mas em outras oportunidades Jesus chamava a quem quisesse o que Ele tinha para oferecer (João 3:16, Marcos 8:34).
Durante a minha vida cristã ouvi muitos pastores dizer que seguir a Cristo Jesus é fácil e não custa nada, porém ao analisar profundamente o significado de seguir a Cristo Jesus deparo com uma condição necessária e suficiente para todos os que O querem seguir: o caminho da Cruz. Então observo que o caminho da Cruz não é um caminho fácil de ser seguido e tem um custo altíssimo.
E, infelizmente, no dia a dia encontro muitas pessoas que querem seguir a Cristo Jesus, mas poucos são os que estão dispostos a pagar o preço para seguir pelo caminho da cruz. Sabemos que o chamado foi feito para todos, sem exceção alguma, mas poucos conseguem chegar ao final da jornada e são escolhidos. O que mais impressiona é o fato de que a maioria daqueles que se dispõem a seguir Cristo Jesus não entendem o verdadeiro significado destas palavras. Associam ser um seguidor de Cristo com o ser religioso, pertencer a rol de membros de uma igreja, ter um cargo, ser um assíduo frequentador da igreja, participar de suas festividades e outros.  
Em meu modo de pensar acredito que Cristo Jesus de forma alguma iria morrer para fazer crentes religiosos e muito menos assíduos frequentadores de Igrejas. Ele morreu para fazer discípulos. Ser religioso, ser frequentador de igrejas é muito fácil, uma vez que para isso não precisa nascer de novo, não precisa renunciar a nada e muito menos seguir o caminho da cruz.
Para seguir a Cristo Jesus é necessário nascer de novo, abandonando vícios, costumes e tradições contrárias a Palavra de Deus. Porém, isso tudo não pode ser por força nem por  violência. Deve ser um ato voluntário da parte daquele que se dispõe segui-Lo. Cristo falou: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Negar a si mesmo tem a ver com renuncias. Renunciar é muito mais do que deixar de participar de certos eventos e prazeres. Renunciar é deixar de lado coisas que normalmente fazíamos e que não agrada a Deus por ser contrárias aos ensinamentos bíblicos; é privar-se de todas as regalias contrárias aos bons costumes. Enfim, negar-se a si mesmo está relacionado com nossos pecados, com nossos conceitos com nossos desejos, com nosso ego. Negar-se a si mesmo é deixar o pedestal que nos colocamos, deixar o comando e a direção de nossa vida e entregá-la a Cristo Jesus.  Negar-se a si mesmo significa viver uma vida  de auto-negação, é permitir que a vida de Cristo seja  vivida em nós e através de nós.  É abrir mão de nossos direitos,  privilégios, tempo, bens para servir a nossos semelhantes, sem alarde, sem chamar atenção, vivendo a vida de Cristo.  
         Mas Cristo foi além, determinando que tomássemos a nossa cruz. Carregar a cruz significa identificar-se com Cristo Jesus e seu sofrimento. Ele entregou sua própria vida, com morte violenta, vergonhosa por amor de nós. Carregar nossa cruz é suportar por amor a vergonha e as conseqüências do pecado de nossos irmãos e não irmãos em Cristo Jesus, ajudando-os a carregar seus fardos. Carregar nossa cruz é estar prontos para enfrentar os problemas que surgirão por tomarmos a decisão de segui-lo. Ao lançarmos a mão no arado, não podemos olhar para traz. Precisamos estar dispostos para enfrentar o que der e vier. Nossa cruz pode ser qualquer coisa contrária a Cristo, pode começar pela simples rejeição na família, pela zombaria dos colegas, por perseguição dos “religiosos”, das tentações, seduções, da vaidade e mesmo da luta entre a carne e o espírito determinando um conflito entre os meus interesses (carne) e o interesses do reino (espírito). Tomar a cruz é ter disposição para obedecer a Jesus. Importa mais obedecer a Deus do que aos homens. Essa luta diária é nossa cruz. Cristo Jesus falou: Aquele que quer me seguir tome cada dia a sua cruz e venha. Ou, aquele que não tomar a sua cruz não pode ser meu discípulo. Seremos aprovados por Deus quando verdadeiramente cremos Em Cristo Jesus. Crer significa ser crucificado com Ele. É entregar nossa vida a Cristo e poder dizer com todas as letras: eu não vivo mais, é Cristo que vive em mim.
         Seguir a Cristo é colocá-lo na frente de todas as demais coisas existentes. Cristo Jesus não nos quer pela metade, nem a terça parte ou mesmo noventa e nove por cento. Ele nos quer por inteiro. É por isso que declaro que seguir a Cristo não é uma missão fácil como muitos dizem por ai. Como já falei é um ato de renuncia, perseverança e muita fé. Cristo nos fala que Ele não veio trazer paz a Terra, mas espada, que nossos inimigos seriam os da nossa própria casa. Ele foi muito claro quando disse que no mundo tereis aflição, mas tenham bom ânimo, eu venci o mundo. Com isso Ele quer dizer que nossa vida não será um mar de rosas, muito pelo contrário, vamos encontrar problemas, dificuldades, lutas e aborrecimentos. Porém, Ele nos prometeu estar ao nosso lado e nos garantiu que sempre seremos vitoriosos. Assim como Ele foi perseguido nesta terra, nós também seremos, da mesma forma que Ele venceu o mundo nós também iremos vencer com a Sua ajuda. Basta para isso seguir o aviso da Palavra de Deus: Esforça-te e tem bom ânimo, Se a mim me perseguiram, também perseguirão a vós, não temas Eu te ajudo.
         Poderíamos ficar horas e horas falando sobre esse tema. Precisamos encerrar e para finalizar quero deixar registrado que por mais pesado que possa parecer a cruz, Jesus há de nos dar Graça para levá-la. Pois já dizia aos seus primeiros seguidores: Fiquem firmes em mim, e deixem-Me viver em vocês. Pois um ramo não pode dar fruto quando estiver separado da videira. Nem vocês podem produzir frutos separados de mim. Sem mim nada podeis fazer (João 15:4) e Paulo testemunhou: Posso todas as coisas naquele que me fortalece (Filipenses 4:13).
         Amém.
 Pregação realizada 
Na Igreja Fonte de Água Viva
Cascavel, 28/01/2001